Quem sou eu

Quem sou eu
Em primeiro lugar uma pessoa grata a Deus por cada dia a mais que Ele me dá neste mundo de loucos ( sou uma deles )Depois mulher e mãe. Sempre fui apaixonada por livros e os meus são só a extensão desta paixão. Se escrevo bem, se consigo emocionar, vocês que vão dizer.

Primeiro Capítulo

Por dentro das Notícias

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

SQF: Entre os melhores!

Arquivos

Google+ Followers

Seguidores

Marcadores

#CircuitoNovoConceito (5) Adote um autor nacional (1) Aniversario (1) Bem-vinda ao blog (2) Bem-vindos ao blog (1) Beta Reader (1) bookaholic (1) Caixinha de Correio. (3) Capa (1) Capas (1) Colaborador (2) Comunicado (1) DECLARAÇÃO (1) Dia dos namorados (1) Divulgação (48) e Sextante (1) Editora Arqueiro (42) Editora Arqueiro Sextante (1) Editora Arqueiro Sextante Saída de Emergência. (1) Editora Baraúna (5) Editora Belas Letras (6) Editora BUTTERFLY (5) Editora Dimensão (2) Editora Dracaena (24) Editora ebookar (1) Editora Harlequin (18) Editora iD (2) Editora Intrínseca (2) Editora Kalunga (1) Editora Leya (2) Editora Novo Conceito (47) Editora Novo Século (18) Editora Petit (19) Editora Saída De Emergência. (3) Editora sextante (6) Editora Suma das Letras (2) Editora Universo dos livros (15) Editora Verus (1) Editora Vida Consciência (47) Editoras (12) Editoras Novo Conceito. (20) Editoras Novo Século (6) Entrevistas (3) Eu leio Brasil (1) Eu Leio seu Livro (1) Feliz Natal (1) Folclore (1) Grupo Record (2) Homenagem (9) Memes e Selinhos (9) Meu livro (9) Natal (2) Parceria (5) Páscoa (2) Poemas Machado de Assis (1) Pratique essa Ideia. (1) Promoção (42) Promocao 3 em 1 (4) Promoção de Aniversario. (3) Promoção de Aniversario.III (1) Promocão Foi assim que te amei (1) Promocões (5) Resenha Pedro Bandeira (1) Resenhas (74) Resultado de Promos (45) Séries on line (1) Sesc Pinheiros (2) Só para mulheres (1) Top comentarista (2) Top cometarista (11) TPM (1) Um sonho a mais (3) Verus Editora (1)

Blogs Parceiros

Estou lendo

Já li!

Visitas Recentes

Visualizações

Pesquisar este blog

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Resenha: O nome do vento!

Edição: 1
Editora: Sextante
ISBN: 9788599296493
Ano: 2009
Páginas: 656


Sinopse - O Nome do Vento - A Crônica do Matador Rei - Primeiro Dia - Patrick Rothfuss
Ninguém sabe ao certo quem é o herói ou o vilão desse fascinante universo criado por Patrick Rothfuss. Na realidade, essas duas figuras se concentram em Kote, um homem enigmático que se esconde sob a identidade de proprietário da hospedaria Marco do Percurso.
Da infância numa trupe de artistas itinerantes, passando pelos anos vividos numa cidade hostil e pelo esforço para ingressar na escola de magia, O nome do vento acompanha a trajetória de Kote e as duas forças que movem sua vida: o desejo de aprender o mistério por trás da arte de nomear as coisas e a necessidade de reunir informações sobre o Chandriano - os lendários demônios que assassinaram sua família no passado.
Quando esses seres do mal reaparecem na cidade, um cronista suspeita de que o misterioso Kote seja o personagem principal de diversas histórias que rondam a região e decide aproximar-se dele para descobrir a verdade. 
Pouco a pouco, a história de Kote vai sendo revelada, assim como sua multifacetada personalidade - notório mago, esmerado ladrão, amante viril, herói salvador, músico magistral, assassino infame. 
Nesta provocante narrativa, o leitor é transportado para um mundo fantástico, repleto de mitos e seres fabulosos, heróis e vilões, ladrões e trovadores, amor e ódio, paixão e vingança.

PERSONAGENS:
Kote, Nosso herói, ou vilão rs.
Abenthy, primeiro instrutor do Kote.
Chandriano, antigo mago, que matou toda  sua família.
Denna, cantora que é apaixonada por Kote e ele por ela,
Willen e  Simon, colegas de universidade.
Cronista, Devan Lochees. Escritor de biografias é para ele que Kote conta suas histórias.
Bast,  aprendiz.

RESENHA:
Nos deparamos com Kvothe -ou Kote- Dono  de uma calma  taverna  chamada Marco do Percurso. Mas a calmaria esta para ser quebrada e sua verdadeira identidade ser descoberta. Um morador da cidade é atacado por uma estranha criatura. Kote  ao deparar-se com o animal, sabe que seu nome é Scrael. Todos ficam esperando ele prosseguir, para saber como ele sabia seu nome, mas ele disfarça dizendo que ouviu o nome em uma história. Em uma determinada noite de caça aos demônios (Scrael) ele salva o cronista das garras de um dos demônios e o leva até sua hospedaria. O que ele não imaginava era que sua boa ação colocaria sua verdadeira identidade em risco. Kote tinha conhecimento que era lenda.  Muitos falavam sobre seus feitos, tanto que era conhecido por muitos nomes: Kvothe o Sem-Sangue,  Arcano, o Matador do Rei. Cada nome possui uma estória. E é para Devan, o cronista que elas são contadas. Aqui o autor já nos prende, porque pensamos, qual será a estória dele? Por que ele escondia sua verdadeira identidade?
Aos poucos vamos descobrindo que detrás de cada apelido havia uma estória.

Kvothe nos revela sua infância com a trupe de artistas, os Edema Ruh, liderados por seu pai, e sobre seu aprendizado com Abenthy, um Arcano, que lhe  ensina  suas primeiras simpatias, e todo o poder que vêm deste  conhecimento. Não eram simples conhecimentos,  eram poderes jamais imaginados por ele. Ben revela que estudou na universidade, despertando assim em Kvothe o desejo de aprender cada vez mais. Observação: Na universidade há uma biblioteca, onde há 10 vezes 10.000 livros – Já imaginaram isso!?-  Na  Universidade ele conhece seus melhores amigos, Wilem e Simmon, seu inimigo, Ambrose,  e por ultima Denna seu grande amor.
A estória de Kote é triste envolvida por sede de vingança contra o Chanadriano que matou toda sua família.
Kote passa por muito sofrimento e muitas privações. Conhece a maldade dos homens, mas nada o faz desviar de seu objetivo, se vingar dos assassinos de sua gente.

Este é o típico livro onde nos foge as palavras ao tentar descrevê-lo, seja em um resenha enorme, ou em uma simples. O mundo criado por Patrick Rothfuss é simplesmente mágico. Para vocês terem uma leve ideia, ele descreve o som do silêncio e em três partes. A história é descrita com uma riqueza de detalhes que é impossível parar de ler. 
O autor criou um mundo à parte com sua própria linguagem, há dialetos que no primeiro momento me senti perdida, mas com o avanço da narrativa quase fui capaz de pronuncia-los com perfeição rs. A geografia  da cidade – do seu mundo- estão no inicio do livro mostrada em um mapa. Não vou prolongar a resenha, o que posso acrescentar é que, me vi   torcendo por Kvothe, sofri com ele em suas derrotas e vibrei muito mais em suas vitórias. Para quem gosta de épicos este sem duvidas é um dos melhores que já li. É  Mágico, misterioso  e intenso.Este é o 1º volume o 2º é o Temor do Sábio que tem quase mil paginas e estou doida para ler. É isso ai pessoal sei que não entreguei o ouro, afinal, não tem graça ler um livro e dizer seu desfecho. Mas adianto que o desfecho está no 2º volume...ou não. Eu vou ler e vocês?

E ai,  gostaram? Deixem seus comentários.



13 comentários:

Mara disse...

nossa eu adoro livros de fantasia, o que me parece ser esse o caso, um livro de aventura, o que deu pra perceber é que o livro deve ter uma leitura bem prazerosa, adorei a resenha gostei muito do que me parece ser a magia contida na historia com certeza esse enta pra minha listinha de leitura. bjss

Douglas Dias Brandão disse...

Eu amo todo livro de Crônicas, sabe, me aventuro muito nelas me imagino sendo um dos personagens, me imagino lá nas guerras ao lado dos os outros cavaleiros tentando proteger nosse reino, ou até mais nosso rei... Adorei a resenha a série A Crônica do Matador do Rei está nos meus desejados já!

Rodolfo Euflauzino disse...

Corri atrás deste livro como um doido varrido. Consegui o exemplar e ele dorme louco pra ser lido em minha biblioteca. Estou me segurando porque quero completar toda a saga. Já começo a me alucinar para ter o livro "O temor do sábio", continuação deste. O que me chamou a atenção além da belíssima capa, foi tratar de um assunto quase que linguístico: nomear as coisas. Pouquísimos falam sobre isso, a fascinante história de como surgem os nomes das coisas. Sua resenha não deixa dúvidas sobre a qualidade desta obra.

Cassia disse...

Adoro os livros que nos chama para a história a gente sempre sofre e sorri com os personagens pé incrível o que um livro pode fazer com a gente.

http://aleitoracassia.blogspot.com/

rissia-ribeiro disse...

Adoro os livros de aventura ! Mas eu não sei se vou me arriscar a ler esse livro ! Mas adorei a resenha muito intrigante ! Beijos !

Mikaela Brasil disse...

Esse está na minha lista de desejados há um tempão, mas ainda preciso de mais coragem pra ler. Quando um livro tem uma linguagem assim muito rica e bonita, é preciso lê-lo com a melhor disposição.
Adorei a resenha.
Bjs!

Luciane Eleotéria disse...

Adoro livros épicos, mas não sei se animo ler uma série que o 2º livro tem quase 1000 páginas. Achei interessante a geodrafia da cidade ser mostrada no livro atraves de mapa.

maria ester moraes disse...

Bom, apesar de ter achado a história ser um pouco confusa, gosto de livros épicos, e esse não será diferente!

Valery Ortega disse...

Olá, adorei sua resenha eu acabei a leitura deste livro e achei simplesmente maravilhoso.
Bjus
Val
brihodasestrelas.blogspot.com

Fabi disse...

Nunca li nada do autor Patrick Rothfuss,no entanto os livros épicos são os meus favorito.Ótimo saber que nesse livro há riqueza de detalhes,um universo próprio e um dialeto com a própria linguagem do autor(adoro isso!).
Por fim, A Crônica do Matador do Rei já está na minha lista de desejados.
Beijos

Mary disse...

Épicos são sempre fascinantes,pois quase sempre há um universo paralelo,único.Por essa razão é o meu gênero favorito.Não sabia que A Crônica do Matador do Rei possuía essa riqueza em conteúdo(ainda bem que li sua resenha).
Lerei assim que puder.
Bjus

Érica disse...

Quero muuito esse livro e o 2º dele, mas não tinha idéia de que ele era tão grosso O.o
Nunca tinha parado pra ler uma resenha sobre esse livro, mas sempre gostei da capa. E to impressionada com o que você disse aqui:
"Para vocês terem uma leve ideia, ele descreve o som do silêncio e em três partes."

Como ele descreve o som do silencio?
Aiii, curiosidade me consumindo!!

beijos!

Maria Carolina disse...

Estou looooouca por esse livro, porque segue um dos meus estilos favoritos de leitura. Tô meio bronqueada também, porque quase ganhei os dois em uma promo hoje, mas ainda assim, né. Acho a capa linda e essas resenhas ainda vão me matar de curiosidade, viu HAHAHA

Poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
2009 Template Bucólico|Templates e Acessórios