Quem sou eu

Quem sou eu
Em primeiro lugar uma pessoa grata a Deus por cada dia a mais que Ele me dá neste mundo de loucos ( sou uma deles )Depois mulher e mãe. Sempre fui apaixonada por livros e os meus são só a extensão desta paixão. Se escrevo bem, se consigo emocionar, vocês que vão dizer.

Primeiro Capítulo

Por dentro das Notícias

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

SQF: Entre os melhores!

Google+ Followers

Seguidores

Marcadores

#CircuitoNovoConceito (5) Adote um autor nacional (1) Aniversario (1) Bem-vinda ao blog (2) Bem-vindos ao blog (1) Beta Reader (1) bookaholic (1) Caixinha de Correio. (3) Capa (1) Capas (1) Colaborador (2) Comunicado (1) DECLARAÇÃO (1) Dia dos namorados (1) Divulgação (48) e Sextante (1) Editora Arqueiro (42) Editora Arqueiro Sextante (1) Editora Arqueiro Sextante Saída de Emergência. (1) Editora Baraúna (5) Editora Belas Letras (6) Editora BUTTERFLY (5) Editora Dimensão (2) Editora Dracaena (24) Editora ebookar (1) Editora Harlequin (18) Editora iD (2) Editora Intrínseca (2) Editora Kalunga (1) Editora Leya (2) Editora Novo Conceito (47) Editora Novo Século (18) Editora Petit (19) Editora Saída De Emergência. (3) Editora sextante (6) Editora Suma das Letras (2) Editora Universo dos livros (15) Editora Verus (1) Editora Vida Consciência (47) Editoras (12) Editoras Novo Conceito. (20) Editoras Novo Século (6) Entrevistas (3) Eu leio Brasil (1) Eu Leio seu Livro (1) Feliz Natal (1) Folclore (1) Grupo Record (2) Homenagem (9) Memes e Selinhos (9) Meu livro (9) Natal (2) Parceria (5) Páscoa (2) Poemas Machado de Assis (1) Pratique essa Ideia. (1) Promoção (42) Promocao 3 em 1 (4) Promoção de Aniversario. (3) Promoção de Aniversario.III (1) Promocão Foi assim que te amei (1) Promocões (5) Resenha Pedro Bandeira (1) Resenhas (74) Resultado de Promos (45) Séries on line (1) Sesc Pinheiros (2) Só para mulheres (1) Top comentarista (2) Top cometarista (11) TPM (1) Um sonho a mais (3) Verus Editora (1)

Blogs Parceiros

Estou lendo

Já li!

Visitas Recentes

Visualizações

Pesquisar este blog

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Resenha - Cores de Outono


Sinopse - Cores de Outono - Keila Gon

O inesperado, o impossível, o destino... Quem ama escolhe seus caminhos, vence o medo, ultrapassa a razão, duela com a dúvida entre o certo e o fácil para seguir seu coração. Melissa encontrou em um olhar as revelações de toda uma vida e longe da lógica escolheu o caminho confuso, mas surpreendente do amor. Ela chegou à pequena cidade da montanha com a responsabilidade de cuidar de Alice, sua irmã caçula, esperando uma vida simples. Mas se viu envolvida por Vincent, um estranho arrogante, dono de irresistíveis olhos turquesa que vai levá-la através da sombra e da luz para revelar surpresas inimagináveis de um Mundo Mágico perigoso e fascinante. A cada encontro este homem misterioso amedronta e encanta; desperta sentimentos e a faz duvidar de sua coragem. Mas, antes que Melissa seja arrebatada por esse amor, ela precisa enfrentar elfos, magos e intrigas em um mundo inóspito que testará seu coração. Cores, de outono é o primeiro volume de uma saga mágica que vai instigar emoções e paixões.


~~~~~~~~~~ Resenha ~~~~~~~~~~ 



Assim que vi Cores de Outono no site da Editora Novo Século, sabia que tinha que fazer de tudo pra ter ele logo, e quando vi, já tinha a autora como parceira aqui do blog. Seu livro havia me chamado atenção pela sinopse, que juntamente com a capa muito bonita, aguçaram ainda mais meu interesse pelo o mesmo. E sabia que seria um livro que me agradaria muito. Então hoje leiam minha opinião sobre a saga de Keila Gon.

Após a morte de sua mãe e padrasto, Melissa se ver com a difícil missão de cuidar da sua pequena irmã Alice de cinco anos, e decidi se mudar de São Paulo para Campo Alto, uma pequena cidade onde reside seu amado avô George. Seu avô tinha como vizinhos os alegres Casella, pais dos gêmeos Arthur e Helena que fizeram parte da infância de Melissa enquanto se aventuravam pelos bosques na montanha.

Demora um certo tempo para que Melissa passe a se sentir segura na casa de George, mas logo ela vai se adaptando a sua nova realidade e interage mais com seu avô. Melissa também acaba sabendo que nas montanhas mora os Von Berg, uma família considerada por todos rude, que não falam muito e que tem uma certa apatia com as pessoas.  

Não demora muito e Melissa conhece o tão temido Sr. Dippel, ou simplesmente Vincent, um da família Von Berg. Ao vê-lo fica completamente apaixonada e não sabe se isso é bom ou ruim. Quando conversavam Vincent sempre a tratava mal, agia de forma arisca, arrogante e com frieza, dando razão ao que todos falavam. Mas mesmo sentindo que isso poderia ser perigoso, ela se via presa a Vincent por mais que não quisesse. E em meio a dúvidas e incertezas, ela embarcará num mundo onde até então só acreditava existir nos livros.

O livro tem sim uma certa comparação com Crepúsculo. Identifiquei Edward pelo misterioso Vincent e Bella, pela descritiva Melissa. A narrativa também é em primeira pessoa, e achei um tanto semelhante com a da Bella. Muito. Eu admito que não gosto quando a narrativa em primeira pessoa é muito descritiva, pois isso de certa forma deixa a leitura meio cansativa, mas lendo Cores de Outono eu não me sentir cansado. Pelo contrário, quanto mais lia mais me sentia motivado a saber o que iria acontecer a cada capítulo, mas...

Sim, lá vem o “mas”. Certos pontos da trama acabaram influenciando e muito na minha nota no skoob. Para o primeiro livro de uma série, ele tem que ser realmente introdutório, apresentando o mundo criado e o que vem pela frente, e Cores de Outono até certo ponto estava indo por esse caminho, entretanto Keila usou muitas cenas que, na minha concepção, foram totalmente desnecessárias e que só estavam ali apenas para ilustrar. Algumas tinham um pouco de relação, admito, mas mesmo assim a autora poderia ter encontrado um jeito de aprofundar mais e colocar uma forma que não deixassem as cenas um tanto repetitivas e quase iguais. 

Até mais da metade do livro Melissa fica na dúvida se ama ou não Vincent, e isso também não me conquistou muito. Queria entrar logo no mundo que a sinopse dizia que teria, e lá no finalzinho estava ele. Eu gostei de Cores de Outono, mas pressinto que o segundo volume será melhor, já que toda a realidade inóspita foi muito bem apresentada pelas falas do cavaleiro carrancudo Vincent.
Acabei gostando dos personagens e me afeiçoando muito a eles, principalmente ao Vincent. Ele demonstra o que realmente sente sem vergonha alguma, e é convicto com o que quer. Melissa me irritou um pouco, mas acabei gostando dela no final. 


Keila Gon tem talento e muito carisma, diria que é uma autora que promete e que conquistará todos os fãs de Crepúsculo. Ela consegue ti prender até a última página, ti deixa viciado à fantasia criada e ti deixa revoltado por ter que esperar pela continuação (rs). Mais uma vez agradeço a parceria, e que Sombras da Primavera venha com tudo!


Douglas Brandão
 

6 comentários:

L.F.Matos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
L.F.Matos disse...

Hm. Mas uma obra brasileira. Meu histórico com livros brasileiros tem sido bem promissor de uns tempos pra cá. Antes, eu tinha esse preconceito bobo de julgar as obras nacionais atuais por causa dos clássicos puxados de décadas atrás, mas depois que conheci uns autores, fiquei encantado. E só tende a crescer, não é?
Quanto ao livro... hm, achei, pelo o que vi na sinopse e na resenha, um pouco desinteressante. Não sei em que contexto as criaturas "mágicas" são inseridas, achei estranho justamente por isso xD
Mas então... Aprendi a dar chance a tudo que cai em minhas mãos e com esse livro não seria diferente :) E é uma saga, né, tudo pode melhorar.

Cores de outono disse...

Olá Douglas!

Obrigada pela sinceridade e delicadeza com as palavras : )Adorei ouvir a primeira opinião masculina sobre o livro... e sim, tenho uma queda por triângulos amorosos (ahahahh) E, pode ficar tranquilo, a sequência, "Sombras", tem mmmmuuuiiitttooooo mais magia e ação.(exigência do publico masculino aqui de casa também hahahahha)
Abraços agradecidos!!!
Adorei essa parceria: )
Keila Gon

Rodolfo Euflauzino disse...

Caro Douglas, pela capa este é um daqueles livros que eu pensaria ser mais um chick-lit, leitura que estou começando a deixar de lado (aliás, já faz algum tempo que assim o faço) em prol de leituras mais introspectivas. Tratar-se de um enredo mágico me fez olhá-lo de outra maneira e isso se deveu única e exclusivamente por causa de sua resenha. Ponto pra você, que me fez abrir o apetite para um romance que estaria relegado a segundo ou terceiro plano.

Patrick Lencastre Pessanha disse...

Caro Douglas, confesso que no começo pensei que estava lotando a obra de elogios e não apontava os pontos fracos, mas ao todo pude perceber que sua resenha foi justa e muito bem desenvolvida. Parabéns, bom trabalho!

Marli Carmen disse...

Olá.
Já li Cores de outono e adorei suas palavras na resenha. Gostei de conhecer o ponto de vista de outro leitor e sua resenha ficou muito boa, mesmo.
Beijocas
http://marlicarmenescritora.blogspot.com.br/

Poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
2009 Template Bucólico|Templates e Acessórios