Quem sou eu

Quem sou eu
Em primeiro lugar uma pessoa grata a Deus por cada dia a mais que Ele me dá neste mundo de loucos ( sou uma deles )Depois mulher e mãe. Sempre fui apaixonada por livros e os meus são só a extensão desta paixão. Se escrevo bem, se consigo emocionar, vocês que vão dizer.

Primeiro Capítulo

Por dentro das Notícias

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

SQF: Entre os melhores!

Arquivos

Google+ Followers

Seguidores

Marcadores

#CircuitoNovoConceito (5) Adote um autor nacional (1) Aniversario (1) Bem-vinda ao blog (2) Bem-vindos ao blog (1) Beta Reader (1) bookaholic (1) Caixinha de Correio. (3) Capa (1) Capas (1) Colaborador (2) Comunicado (1) DECLARAÇÃO (1) Dia dos namorados (1) Divulgação (48) e Sextante (1) Editora Arqueiro (42) Editora Arqueiro Sextante (1) Editora Arqueiro Sextante Saída de Emergência. (1) Editora Baraúna (5) Editora Belas Letras (6) Editora BUTTERFLY (5) Editora Dimensão (2) Editora Dracaena (24) Editora ebookar (1) Editora Harlequin (18) Editora iD (2) Editora Intrínseca (2) Editora Kalunga (1) Editora Leya (2) Editora Novo Conceito (47) Editora Novo Século (18) Editora Petit (19) Editora Saída De Emergência. (3) Editora sextante (6) Editora Suma das Letras (2) Editora Universo dos livros (15) Editora Verus (1) Editora Vida Consciência (47) Editoras (12) Editoras Novo Conceito. (20) Editoras Novo Século (6) Entrevistas (3) Eu leio Brasil (1) Eu Leio seu Livro (1) Feliz Natal (1) Folclore (1) Grupo Record (2) Homenagem (9) Memes e Selinhos (9) Meu livro (9) Natal (2) Parceria (5) Páscoa (2) Poemas Machado de Assis (1) Pratique essa Ideia. (1) Promoção (42) Promocao 3 em 1 (4) Promoção de Aniversario. (3) Promoção de Aniversario.III (1) Promocão Foi assim que te amei (1) Promocões (5) Resenha Pedro Bandeira (1) Resenhas (74) Resultado de Promos (45) Séries on line (1) Sesc Pinheiros (2) Só para mulheres (1) Top comentarista (2) Top cometarista (11) TPM (1) Um sonho a mais (3) Verus Editora (1)

Blogs Parceiros

Estou lendo

Já li!

Visitas Recentes

Visualizações

Pesquisar este blog

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Resenha - A Filha da Minha Mãe e Eu



Sinopse: Sensível e tão real a ponto de fazer você se sentir parte da família, A filha da minha mãe e eu conta a história do difícil relacionamento entre Helena e sua filha, Mariana. A história começa quando Mariana descobre que está grávida e se dá conta de que, antes de se tornar mãe, é preciso rever seu papel como filha, tentar compreender o de Helena e, principalmente, perdoar a ambas. Inicia-se, então, uma revisão do passado – processo doloroso, mas imensamente revelador, pautado por situações comoventes, personagens complexos e pequenas verdades que contêm a história de cada um. 

Resenha: 

Quando Mariana descobre que está grávida é lá se ver sentida a rever seu papel como filha e começa a tentar compreender seu relacionamento com a mãe, Helena, e tenta ainda entender o porquê de as duas sempre terem sido fechadas a maior parte da vida uma com a outra. Mariana volta ao passado, relembrando o início da vida desde a infância. Quando era criança tinha um instinto protetor, defendia seu irmão Guga do valentão do colégio e ficava fora de si se alguém se metesse com ele.

Desde pequena ela percebia que sua mãe tinha um cuidado maior e até mesmo uma preocupação infinita com Guga, e isso não foi passado despercebido ao logo de sua vida. Ao crescerem juntos, ela ainda notava aquele amor a mais de sua mãe por seu irmão, e ela simplesmente não conseguia enxergar o por que daquilo tudo. O que a deixava ainda mais com raiva, era que ela nutria um amor forte por seu pai, gostava mais dele e qualquer coisinha que fizesse, sua mãe odiava. Ela simplesmente não gostava de ver que sua filha era a mais chegada de seu marido, Tito, do que ela mesma.

Guga e Mariana sempre brigavam, brigas de irmãos normais, e chegavam até ter ciúmes um do outro. Se um ganhava um pouquinho a mais do que outro, já era motivo de discussão, e Helena dava surra nos dois. Era sempre assim, se um apanhava o outro também tinha o direito de apanhar.

O tempo passava e a as coisas se agravando mais. Quase adolescente, Mariana pensava em coisas consigo mesma e planejava colocá-las em prática talvez até pra querer chamar atenção de sua mãe, porém suas tentativas eram falhas.

Com o tempo ela descobre o porquê da afeição de sua mãe por seu irmão, e fica em estado de choque assim como o próprio Guga. Se para Mariana, em sua família, já vivia um trauma consigo, após a revelação a situação fica mais conflitante. 

Um jogo de sentimentos é posto em campo de batalha onde só o amor é o prêmio para o vencedor. Cabe a Mariana viver seu passado de novo e se lembrar quem ganhou essa guerra, e só assim, ela poderá seguir em frente com sua nova missão: a de ser uma boa mãe.

A Filha da Minha Mãe e Eu é um livro leve, sensível em todas as páginas e extremamente doce em cada palavra. Os personagens bem construídos, a sutileza da história, a moral que no livro contém, tudo isso ti envolverá numa leitura rápida junto com uma narrativa maravilhosamente meiga. É um livro que ti faz pensar quando é acabado de ler e simultaneamente é um livro que pode ser dado como um bom presente para uma pessoa querida. O fim da história eu adorei. 

Percebi pouquíssimos erros de digitação, então a editora está de parabéns assim como o trabalho de capa que está impecável. Quero parabenizar a autora por seu primeiro livro, e digo que ela escreve tão bem que nem notei que era sua primeira obra literária. Parabéns Maria Fernanda Guerreiro!

Recomendo o livro pra quem tá querendo ler um livro não tão pretensioso, ainda mais para aqueles que estão querendo ler algo bem leve mesmo, um livro que flui rapidamente e ainda mais para aqueles que gostam de livros que fazem repensar certos conceitos. Eu gostei do livro, e tenho certeza que você vai gostar também! 



Leitor compulsivo, musicista, escritor, poeta, estudante de magistério, resenhista, 
viciado em Harry Potter, apaixonado por Clarice Lispector, sou Douglas Brandão, 
tenho 16 anos e meu maior sonho é ser um pediatra/escritor. 
Faço aqui um trabalho com gosto, amo ser resenhista, incentivar leitores a ler
novos livros, descobrir novos mundos e se aventurar sob páginas e palavras. 
Espero que esteja alcançando meu objetivo, e que vocês estejam gostando 
das minhas dicas!
Abraços!


4 comentários:

Márcia Paiva. disse...

Omg rs. Tenho o livro e ainda n li. Pela sua resenha merece ser passado pra frente na minha enorme pilha. Adorei Douglas vc nos leva com suas palavras para dentro da obra. Parabéns parceiro.

Pedro_Almada disse...

Opa, ótima resenha, Douglas!
Li esse livro e minhas impressões sobre ele também foram as mesmas. Para uma primeira obra, a Maria Fernanda Guerreiro se saiu muito bem. Um drama pscológico, mas ao mesmo tempo suave, sem pretensão, tudo como você disse =)
Gostei especialmente dos diálogos, são bastante nacionais e dificilmente você via o reflexo da cultura literária norte-americana. a autora realmente abraçou o estilo nacional.

Ficou muito bom mesmo! =)
Fica na Paz!

Pedro Almada - Inspirados, O Berço das Grandes Ideias!
http://inspirados-oandarilhodotempo.blogspot.com.br/

Rissia Ribeiro disse...

Fala mano ! Masi uma resenha maravilhosa pra sua coleão né ? Mano morre de inveja de você porque todas as suas resenhas dão legais ! Metido ! Bem eu recebi esse livro por esses dias mas por causa de sua resenha vou botar ele na frente de outros ! E acho que entendo a menina eu eynho uam riava da minha mãe por sempre prestar mais atenção a minha irmã ! Bem mano beijos ! E continue assim !

Márcia Desirée disse...

Oi Douglas,

Quando li este livro, chorei muito. Quando você disse do realismo, não exagerou. Me vi um pouco dentro daquela estória e senti muita falta da minha mãe.

Poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
2009 Template Bucólico|Templates e Acessórios